Nina Medeiros

De 25 Fevereiro 2005 a 3 Abril 2005

A evolução, variação que ao merecer compreensão e aceitação generalizada se assume como progresso, é fundamentalmente sustentada na consciência plena da premência da transformação do meio e, por conseguinte, do pensamento. Assim tem sido nas mais diferentes representações perceptíveis e atingíveis da razão e do entendimento, entre as quais predominam e dominam as artes, modo de expressão insubmisso a épocas, culturas e idiomas. Destas, nenhuma se exclui, como não se excluem as artes plásticas, nas quais técnicas, motivos, abordagens e propósitos têm sofrido e revelada uma evolução constante e, não menos vezes, outro tanto progresso. As novas tecnologias estão e devem estar ao serviço das artes plásticas, as quais não podem, de modo algum, renegar o legado resultante de milénios de evolução e de progresso do mais ancestral meio de comunicação. Por isso, falar de pintura, falar de grafismos rupestres ou falar de arte digital é falar do mesmo, de um todo consciente da evolução e do progresso da comunicação. Como toda a produção artística, “Conscientia” surge de um acto incontornavelmente íntimo e isolado, talvez egoísta, mas consciente. Em primeiro lugar, por confirmar uma constante evolução, por vezes drástica, no produto artístico de Nina Medeiros, dando a ver uma ultrapassagem a costumes limitadores. Depois, a recorrência a materiais e a formas que não renegam o passado e que ocupam um lugar no presente. Por fim, a opção pelo espaço para a apresentação pública de “Conscientia”, à margem de atitudes que vêm condicionando algum do progresso necessário. Meros actos de consciência, de juízos de valor sobre o ser a arte plástica uma forma de expressão fundamental ao processo de evolução. Rui Leite Melo CURRÍCULO Nina Medeiros, natural de Ponta Delgada, nasceu a 15 de Novembro de 1963. Licenciatura em Artes Plásticas/Pintura pelo Montserrat College of Art, Massachussets, EUA, 1988 Exposições individuais (selecção) “14 Pinturas”, Museu de Angra do Heroísmo, Angra do Heroísmo - 2003 “Sem Restrição”, Galeria do Jardim António Borges, Ponta Delgada - 2002 “Annea Hortvs”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada - 2000 “Sentimento Visionário”, São Miguel e Terceira - 1998 “Miragem Lunar”, Livraria Solmar, Ponta Delgada - 1997 “Periferia ao Centro – Pink Cheer”, Galeria Arco 8, Ponta Delgada - 1997 Pintura e Desenho, Galeria Arco 8, Ponta Delgada - 1996 Pintura, Livraria Solmar, Ponta Delgada - 1993 Pintura e Gravura, Livraria Solmar, Ponta Delgada - 1992 Exposições colectivas (selecção) “As Cores da Macaronésia”, Galeria Arco 8, Ponta Delgada - 2004 “Arte 13”, São Miguel - 2003 “XX/XXI”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada - 2003 “XX3x20”, Biblioteca de Ponta Delgada/Palácio dos Capitães Generais - 2003 “ARTEXAQ”, Academia das Artes dos Açores, Ponta Delgada - 2002 “Feira de Arte Contemporânea (FAC)”, Galeria Arco 8, Lisboa - 2000 “Artes Plásticas”, Galeria da DRaC, Funchal - 1999 “A Window on the Azores”, Bermudas e EUA - 1999 “Novos Criadores - Artes Plásticas”, Hangar da Marinha, Ponta Delgada - 1998 “Pintura, Objecto, Escultura”, Casa do Sal, Angra do Heroísmo - 1998 “Marca Madeira”, Galeria Arco 8, Funchal - 1997 Exposição da Galeria Arco 8, Macau - 1996 “Estados de Imagem”, Galeria Arco 8, Ponta Delgada - 1993 “Vimanas”, Hotel Açores Atlântico, Ponta Delgada - 1993 Prémios Vencedora do concurso nacional de ideias para a concepção de uma medalha comemorativa do Primeiro Centenário da Visita Régia promovido pela Presidência do Governo Regional dos Açores 2001. Representada nas colecções do Museu Carlos Machado, Ponta Delgada, Museu de Angra do Heroísmo, Instituto Cultural de Macau, Palácio do Jardim José do Canto, Ponta Delgada Presidência do Governo Regional dos Açores (Palácio da Conceição), Ponta Delgada e Câmara Municipal de Ponta Delgada, entre outras.

Partilhar evento