Outros

Fingertips

2 Outubro 2004, 21H30

Apostados em acabar com a letargia existente no público português em relação ao produto musical made in Portugal, os Fingertips, nasceram para deixar as sementes de uma nova etapa da música portuguesa: anglo-saxónica liricamente falando, mas com sentimentos tão presentes no quotidiano português como a angústia, a saudade, o amor, a raiva e a calma. As influências musicais, na sua grande maioria, vêm da Grã- Bretanha e dos Estados Unidos da América mas, com esta aldeia global onde vivemos já, o que importa tudo isto. Interessa sim, se aquilo que ouvimos nos transmite qualquer tipo de sensação. Se nos faz saltar, rir, chorar, pensar. Se faz com que deixemos de viver nesta incerteza constante de não gostarmos de nada, de não aproveitarmos a curta vida que temos, de nos darmos com os outros e de dar aquilo que temos a quem precisa. Para que tal aconteça, estes amigos juntaram-se e formaram uma banda. Criaram um estilo próprio, compuseram temas originais e fizeram dessas músicas o seu modo de vida.

Os temas que se podem ouvir em finais de Março no álbum All ‘Bout Smoke ‘N Mirrors foram quase todos compostos por Rui Saraiva (ex-baixista dos Eye ) e por H. Matos. A excepção à regra é Lost In My Sleep, composto por Alexandre Almeida (guitarrista, Pedro Abrunhosa ). As letras, essas, foram todas elas “desenhadas” pela pena do vocalista Zé. Falta dizer, que a banda só fica completa com o Domingos Alves (pianista/ teclista ), Alexis Dias(guitarrista) e com o Jorge Oliveira (baterista).
 

Partilhar evento