Outros

Carlos do Carmo

8 e 9 Outubro 2004, 21H30

Carlos do Carmo iniciou em 1963 uma das carreiras mais sólidas no panorama artístico Português.

O seu percurso internacional foi projectado, como sempre gosta de afirmar, "pelos portugueses que saíram da minha terra à procurara de uma vida melhor e que me foram passando para as mãos dos empresários e agentes culturais dos vários países onde residem". Já cantou nos cinco continentes e as suas passagens no "Olympia" em Paris, nas óperas de Frankfurt e de Wiesbaden, no Canecão de Rio de Janeiro, no "Savoy" de Helsínquia, no Auditório Nacional de Madrid, no Teatro da Rainha em Haia, no teatro de São Petersburgo, na Place des Arts em Montreal, no Tivoli de Copenhaga e no Memorial da América latina em São Paulo são momentos muito altos de sua carreira. Os concertos no Mosteiro dos Jerónimos, na Fundação Gulbenkian, no Coliseu dos Recreios, no Casino do Estoril e no Centro Cultural de Belém fazem a diferença no nível nacional.

Carlos do Carmo é um artista que atingiu já, certamente, alguns de seus objectivos visando um público que o respeita e estima, apreciando nele, além das suas qualidades de grande intérprete as de um artista interessado na evolução da música da sua terra e que acredita na evolução do homem na sua globalidade.

Partilhar evento