Madredeus - Um Amor Infinito

31 October 2004 and 1 November 2004, 21H30

Depois de: Existir (tour 87/93), de O Espírito da Paz (tour 94/96), de O Paraíso (tour 97/99), e de o Movimento (tour 01/03) apresentamos:

Um Amor Infinito.

Há 19 anos que existe um grupo independente de músicos e autores/compositores, chamado de Madredeus. 

Passaram 17 anos, desde que foi editado o seu primeiro disco. Este grupo foi criado para dizer através da música e da escrita de poesia, coisas que de outro modo não se podem dizer, ou não chegam a ser ouvidas, coisas de Lisboa, coisas de Portugal, coisas de toda a Humanidade, coisas da Terra e coisas do Céu, na nossa época.

Ao longo destes anos fomos tentando enunciar o nosso projecto no mundo, através da pulsante actividade pública da nossa companhia musical itinerante.

Os Madredeus, cultivaram o espectáculo ao vivo, o amor pela música. Viajaram incessantemente.

Sabemos que poucos grupos da música popular duraram tantos anos, e não queríamos vir a ser surpreendidos pelo inevitável fim, sem termos tentado expressamente agradecer (como se pode fazer através da nossa arte), a todo esse público desconhecido, que em tantas cidades, em tantos países e tão repetidas vezes, nos esperou, e depois nos escutou, com tanta atenção e no mais profundo silêncio.

O nosso novo disco, que é apresentação do nosso futuro concerto, encerra no entanto, um desejo particular, que é o de se querer tornar num gesto de agradecimento e insinuar o nosso reconhecimento a todas essas pessoas que pelo menos numa noite partilharam e ajudaram a definir, a nossa fantasia e o nosso sentimento.

A todos eles, vai dedicado o melhor que temos, a melhor música que conseguimos fazer, sem alterar nem o espírito nem o estilo, nem as regras de escrita dos Madredeus.

Encontrámos, na nossa estrada, um amor Infinito, concerto após concerto, ano após ano, disco após disco, gostávamos que isto se soubesse e queríamos aproveitar esta oportunidade para o agradecer.

Um Amor Infinito, este disco que agora se publica, encerra uma parte do nosso novo concerto, apresenta uma parte do repertório que futuramente se apresentará ao vivo.

Um Amor Infinito, é uma fantasia musical de raíz portuguesa, como o foram todos os outros discos, canta o amor do hemisfério lusitano, um amor que é humano e universal, o amor dos mistérios da saudade.

Um Amor Infinito, já apresenta também uma das canções que escrevemos a Lisboa.

Escrevemos para este concerto, o quinto concerto dos Madredeus, uma série de canções dedicadas a Lisboa, a "quem" também quisemos agradecer, de forma simbólica, toda a inspiração e imaginário que constituiu para o grupo.

A segunda parte do recital, que só será editada mais tarde, durante a digressão, mas que já se encontra gravada, apresentará as outras canções de Lisboa, com que agora nos determinámos a viajar.

Esperamos que gostem, das guitarras, dos poemas, dos arranjos musicais, enfim, das canções que nós escrevemos e que a Teresa Salgueiro canta, ao longo de Um Amor Infinito.

Muito obrigado também, pela vossa atenção,

Pedro Ayres Magalhães 

Share event