Arquiteturas

7 December 2016, 21H30

​Programa | Sessão 1 | 7 Dezembro | 21h30
Penúmbria | Eduardo Brito
2016/Portugal/9’
» Melhor Filme Português - Arquitecturas Film Festival 2016
A cidade distópica de Penúmbria foi fundada há duzentos anos, num istmo distante - um lugar de solos áridos, mares furiosos e clima violento. Penúmbria deve o seu nome à nebulosidade e sombras quase permanentes. Um dia, os seus habitantes decidiram sair, oferecendo a cidade ao tempo. Esta é a história de um lugar inabitável.
A Casa ou Máquina de Habitar | Catarina Romano
2016/Portugal/12’
» Prémio do Público - Arquitecturas Film Festival 2016
Encontros entre pessoas, conversas e situações do quotidiano. Um discurso sem compromissos, às vezes nervoso, outras vezes tímido. Estas são as vozes ouvidas por acaso, contando seus pequenos contos que a imagem desvenda: ensaiando mundos que são casa-ser (ou ser-casa). Neste fluxo, entramos em territórios instáveis, lugar da obra-do-ser em progresso – a casa interior de cada um de nós.
Em Breve Estarás Aqui | Fábio Petronilli
2016/Holanda/Portugal/38’
» Prémio do Público - Arquitecturas Film Festival 2016
Lisboa tornou-se numa das cidades europeias com um dos maiores crescimentos de turismo. Em Abril de 2016, Stadslab (Urban Design Laboratory da Universidade de Tilburg -Amsterdam) organizou uma Masterclass internacional sobre City Making & Tourism Gentrification focado na intervenção urbana no bairro da Mouraria. Original bairro mouro do séc. XIII manteve-se até hoje como área central marginal, multicultural e pobre. Hoje em dia, partes da Mouraria são afetadas pelo turismo: os preços baratos dos imóveis e a proximidade com outros destinos turísticos levantam reais hipóteses de que a Mouraria em breve enfrentará um grande afluxo de investimentos turísticos. A oportunidade é o seu desenvolvimento económico, mas o risco é a perda da sua identidade. Este filme foi produzido por Stadslab, Academia Cidadã, Largo Residências e Arquiteturas Film Festival.
 

Share event